Posicionamento ABIEC

23 de junho de 2017

A Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne (ABIEC) lamenta a suspensão das exportações de carne bovina in natura pelos EUA e esclarece que as ações corretivas para adequação dos processos produtivos já estão sendo tomadas. Elas serão apresentadas em missão coordenada pelo Ministério da Agricultura, prevista para as próximas semanas. Baseado no próprio comunicado norte-americano, a entidade acredita que, confirmado o encontro e a apresentação das medidas para correção das irregularidades encontradas, as exportações podem ser retomadas a curto prazo.

A ABIEC, como representante das empresas exportadoras de carne bovina, tem entre suas principais preocupações a segurança alimentar dos consumidores, seja no Brasil ou no exterior. A associação estimula o desenvolvimento técnico, profissional e social das companhias e o aprimoramento constante da execução dos programas sanitários que garantem a saúde pública e a sanidade animal.

A entidade reafirma que a indústria de carne bovina brasileira atua com responsabilidade e segue altos padrões de vigilância sanitária severamente auditados e monitorados, envolvendo inspeções periódicas em toda a sua cadeia produtiva. Esse processo ressalta a qualidade dos padrões adotados no Brasil, que exporta para mais de 160 países.